Ambulância pega fogo, e gestante tem parto de emergência às margens de rodovia no Ceará

Mulher era levada de Boa Viagem para Quixeramobim, quando o veículo pegou fogo. Uma equipe do Samu que passava pelo local fez o parto da gestante.

Uma gestante teve um parto de emergência após a ambulância em que ela estava começar a pegar fogo a caminho do hospital, na madrugada deste sábado (9), na BR-020, em Tauá, no Ceará. As causas do incêndio do veículo são desconhecidas.

De acordo com uma funcionária do Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima, de Tauá, outra ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) estava transportando um paciente para o Hospital Regional do Sertão Central, na cidade de Quixeramobim, quando a equipe avistou o veículo em chamas e parou para ajudar.

Gestante tem parto de emergência às margens da BR-020 depois de ambulância em que estava pegar fogo. — Foto: Divulgação

A mulher, que já estava em trabalho de parto e com a bolsa rompida, foi colocada em uma maca às margens da rodovia e teve o parto realizado ali mesmo. A equipe médica avaliou que a parturiente já estava com 9 cm de dilatação e decidiu realizar o procedimento, para evitar que o bebê sofresse danos neurológicos, ou mesmo não resistisse.

A ocorrência foi registrada na madrugada deste sábado (9), na BR-020, em Tauá, no Ceará. — Foto: Arquivo pessoal

“Sem poder levar a gestante para dentro da ambulância do Samu, pois já tinha um paciente grave dentro, a equipe realizou o parto na pequena maca que sobrou da ambulância que foi consumida pelo fogo”, informou o médico emergencista do Samu, Montezuma Feitosa Alexandrino.

Após o parto, uma nova ambulância foi acionada, vinda de Boa Viagem, para levar a mãe e a criança até uma unidade hospitalar, onde passam bem.

Ambulância que transportava a gestante ficou destruída após o incêndio — Foto: Arquivo pessoal
Equipe do Samu com bebê nascido em meio à rodovia BR-020, no Ceará — Foto: Arquivo pessoal
Equipe do Samu com bebê nascido em meio à rodovia BR-020, no Ceará — Foto: Arquivo pessoal

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*